Os referidos tipos de sociedades citados na questão estão previstos nos parágrafos do art. 28 do Código de Defesa do Consumidor na seção que se refere a “Desconsideração da Personalidade Jurídica”. O supracitado código não traz a definição das mencionadas entidades  societárias, tratando apenas da natureza da responsabilidade das mesmas perante as obrigações presentes no Código. Para responder ao questionamento proposto se recorreu ao entendimento doutrinário.

Na conceituação de Garcia (2016, p. 274), o grupo de sociedades é:

é formado pela sociedade controladora e suas controladas, mediante convenção, pela qual se obrigam ·a combinar recursos ou esforços para a realização dos respectivos objetos, ou a participar de atividades ou empreendimentos comuns. Segundo o CDC, esgotados os recursos, seja da sociedade controladora, seja da sociedade controlada, qualquer outra integrante do grupo responde pela dívida perante os consumidores.
 

Nesse sentido, nota-se que o grupo de sociedades nada mais é do que um conjunto de sociedades empresariais que possui uma sociedade na direção das demais. O §2° do art. 28 prevê que o grupo de sociedade são subsidiariamente responsáveis pelas obrigações decorrentes deste código, ou seja, qualquer uma das sociedades dentro desse grupo pode ser acionada para crumprir a obrigação de outra empresa mantida no mesmo sistema.

No que tange às sociedades controladas, elas são aquelas, segundo Garcia (2016, p. 274), que são controladas por outra sociedade, em outras palavras, suas ações ou decisões depende do aval de outra empresa ,pois que, segundo o renomado autor, a sociedade controlada é aquela: “cuja preponderância nas deliberações e decisões pertencem à outra sociedade, dita controladora. Assim, diante da manifesta insuficiência dos bens que compõem o patrimônio da sociedade controladora, a sociedade controlada responde pelas dívidas”. Sua responsabilidade é idêntica a responsabilidade do grupo de sociedades, quer seja, a previsão expressa do §2° do art. 28;

Fonte: BRASIL. Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Diário Oficial da União - Seção 1 - 10/1/2007, Página 1

GARCIA Leonardo de Medeiros. Código de Defesa do Consumidor Comentado: artigo por artigo. 13. ed. rev. ampl. e atual. Salvador: JusPODIVM, 2016.