Mural de Eventos

I Simpósio de Estudos e Práticas Restaurativas da Paraíba

post
  • Data de início 29/08/2018 às 19:00
  • Data de término 31/08/2018 às 22:00
  • Local Estrada de Cabedelo, Km 14 - IESP, auditório do Bloco D João Pessoa - PB
    CEP 58046-060
Como chegar
Sobre o evento:

PROGRAMAÇÃO

Dia 29/08, às 19:00h – Local:  IESP - Auditório do Curso de Direito, Bloco D – BR 230, Km 14 - Estrada de Cabedelo.

Palestra: Justiça Restaurativa: um conceito em desenvolvimento com possibilidades e visão do nosso sistema.

  • Palestrantes: Severiano Pedro. Mestre em Direito Constitucional, Professor da UEPB, Diretor da ACADEPOL e Delegado de Polícia
  •  Bruno Azevedo. Doutor em Direito das Cidades e Transformações Sociais. Professor. Juiz de Direito do TJPB
  • Janecleide Lázaro. Mestre em Mediação Familiar. Instrutora do CNJ em Políticas de Autocompositivas e Integrante do Núcleo de Conciliação do TJPB

Dia 30/08Minicurso

  • 08:30 às 12:00h – Aplicabilidade de Práticas Restaurativas: metodologias e adaptações à realidade brasileira – casos práticos – Djamere de Sousa Braga Leite. Professora, Mestranda em Direitos Humanos, Politícas Públicas e Cidadania da UFPB.
  • 14:00 às 17:30h – Justiça Restaurativa: Circulos de Paz – Juliana Toledo. Professora Adjunta do Departamento de Direito. Mestre em Psicologia Social (UFPB) e doutoranda em Psicologia (UFRN). E Adele Nobre Leite – Facilitadora em Círculos no Sistema Prisional. Mestranda em Criminologia pela Universidad de la Empresa, Montevidéu, Uruguai.

Dia 31/08 ­– Minicurso

  • 08:30 às 12:00h – Justiça Consensual Penal e Justiça Restaurativa. Rosimeire Ventura, Prof. Pós-Doutora e Juíza de Direito do TJPB.
  • 14:00 às 17:30h – Justiça Restaurativa na perspectiva da transformação de conflitos – Hugo Zaher, Prof. Mestre, Facilitador em Justiça Restaurativa e Juiz de Direito do TJPB
  • 18:30 às 22:00h – Justiça Restaurativa com foco na Comunicação Não Violenta – Elanne Canuto Professora. Pós-Graduanda em Direito Constitucional, qualificada pelo IBDFAM, em Comunicação não Violenta